Os Efeitos da Raiva Segundo a Medicina Chinesa

Ola, sejam bem-vindos novamente.

Hoje vou falar sobre a raiva e como ela afeta o nosso organismo.

Para entendermos um pouco melhor como as emoções afetam os orgãos, quero introduzir à vocês o conceito dos 5 elementos e suas relações. Para entendermos um pouco melhor como as emoções afetam os orgãos, quero introduzir à vocês o conceito dos 5 elementos e suas relações. Peço que mantenham essa informação em mente para os próximos artigos, será muito útil.

▪  Introdução:

Com base na filosofia de Wǔ Xing, o sistema de 5 elementos (traduzida, muitas vezes, como 5 fases) foi usada para descrever as interações e relações entre os fenômenos da Natureza, vale aqui mencionar que os seres humanos são considerados parte integrante desse conceito de Natureza. Esse sistema foi empregado como um dispositivo em muitos campos do pensamento chinês, incluindo campos aparentemente díspares, como geomancia, ouFeng Shui, Astrologia, Medicina Tradicional Chinesa, a Música, a estratégia militar e Artes Marciais.

A cada um dos 5 elementos é atribuído um fator Yin ou Yang. Para tanto o mesmo conceito é aplicado aos orgãos e assim, o sistema flui para outras qualidades elementares como por exemplo, quanto à coloração, sabor, estação do ano, emoção, etc e passam a interagir uns com os outros de forma cíclica da mesma forma que os 5 Elementos: cada órgão Yin tem um órgão correspondente Yang.

Assim, os orgãos e os 5 elementos correspondentes, o primeiro considerado Yin e o segundo Yang, são:


Interação entre os 5 elementos

Interação entre os 5 elementos

Fogo (火)

Coração (心) e Intestino Delgado (小肠)

Terra (土)

Baço (脾) e Estômago (胃)

Metal (金)

Pulmão (肺) e Intestino Grosso (大肠)

Água (水)

Rim (肾) e Bexiga (膀胱)    

Madeira (木)

Fígado (肝) e Vesícula Biliar (胆)

Foi observado ao longo dos anos que os 5 Elementos se relacionam entre si de diferentes maneiras:

  • Sheng Ciclo (Geração ou Criação)
  • Ko Ciclo (Controle)
  • Ciclo destrutivo (Exagero)
  • Anti Ko Ciclo (Insulto)

Esses ciclos determinam as interações dos orgãos entre si, as emoções, as estações do ano, etc. É no desequilibrio desse processo que as emoções afetam os orgãos, por exemplo.

▪  A Raiva e o Fígado:

A Raiva pertence ao elemento Madeira e, como vimos anteriormente, seu órgão é o Fígado.

Primeiramente, quero esclarecer o conceito de raiva na Medicina Chinesa. O termo "raiva", talvez mais do que qualquer outra emoção, deve ser interpretada de forma ampla para incluir vários outros aliados estados emocionais, como ressentimento, raiva reprimida, sentimento de ter sido lesado, frustração, irritação, indignação, animosidade ou amargura.

Capítulo 8 em Spiritual Axis diz: "A raiva provoca a perda de auto-controle". É muito importante manter essa afirmação em mente durante todo o discurso aqui apresentado.

O efeito da raiva no fígado depende, por um lado, sobre a reação da pessoa ao estímulo emocional e, por outro lado, de outros fatores concorrentes. Se a raiva é reprimida ela irá causar a estagnação da energia promovida pelo fígado e assim o ciclo natural é rompido causando a doença.

O Fígado, em Medicina Chinesa, garante o fluxo de todas as outras energias promovidas pelos outros órgãos portanto, quando a energia do Fígado está bloqueada pela raiva todos os outros órgãos são afetados por esse desequilíbrio. Além disso, durante um longo período de tempo, a estagnação da energia do Fígado irá prejudicar gravemente a circulação da energia geral do corpo dando origem a um estado melancólico emocional de ressentimento constante, raiva reprimida ou depressão. Um outro importante aspecto do excesso de energia estagnada no Fígado e a propensão a explosões de raiva. Em um nível físico, essas emoções reprimidas podem ser apresentadas como um "aperto" no peito, dores na região lateral do corpo, dores na região epigástrica, abonem ou garganta. Em mulheres é possível também notar; tensão pré-menstrual, menstruação irregular, distensão da mama pré-menstruação e/ou uma menstruação intensa com muita dor.

Outros sintomas são: distensão do hipogástrio, ou tensão na área do estômago, distensão abdominal, ou uma sensação de um caroço na garganta com dificuldade em engolir. Um sinal clássico; a pessoa tende a suspirar com freqüência. Também pode-se notar manifestações nos olhos, como conhecemos a expressão “tanta raiva que ele/a tinha sangue nos olhos” e a famosa enxaqueca. Um outro típico sintoma e o gosto amargo na boca.

Esses sintomas ocorrem porque a energia produzida pelo Fígado tem a tendência natural de ir para baixo e ser distribuída pelo corpo nessa direção no entanto, quando ela está bloqueada essa energia tende a ir para a direção contrária, ou seja, ela sobe afetando o estômago, o peito, a cabeça, a garganta e os olhos. 

Com base nesse conceito, é interessante notarmos como as pessoas ficam mais agressivas em algumas situações como sustenta a teoria da Medicina Chinesa. Como mencionei no primeiro artigo, vocês já notaram como as pessoas se tornam mais agressivas quando bebem? Pois agora vocês já podem visualizar o mecanismo. O álcool afeta diretamente o Fígado e pode causar dor severa e até câncer como é possível constatar em alguns casos de alcoolismo. E quanto aos sintomas da ressaca no dia seguinte? Dores fortes de cabeça, um gosto amargo na boca, dor de estômago, etc.

A raiva nem sempre manifesta exteriormente como eu mencionei acima. Uma pessoa com depressão por muito tempo pode ter desenvolvido a doença devido à raiva reprimida ou ressentimento. Porque a pessoa está muito deprimida, ela pode parecer muito fraca e pálida, anda devagar e fala com uma voz baixa, todos os sinais que seria possível associar com o esgotamento de energia e enfraquecimento das capacidade motoras decorrentes da tristeza ou dor. No ciclo das 5 fases, o Pulmão é o órgão responsável pela voz, governa a energia de todo o corpo, regula todas as atividades físicas e também é o órgão que controla e domina o Fígado (Ko Ciclo - Controle). Estando o Fígado doente, isso afetará o Pulmão. Veremos as emoções que afetam o Pulmão nos próximos artigos.

1101.jpg

Em alguns casos, a raiva pode afetar outros órgãos além do fígado, especialmente o Estômago. O Estômago é o parceiro do Baço na visão da Medicina Chinesa, e este por sua vez é controlado pelo Fígado na teoria dos 5 Elementos (Ko Ciclo - Controle). Tal condição é mais provável ocorrer se você ficar com raiva na hora das refeições ou quando você vai direto ao trabalho, um ambiente estressante e frustrante logo depois do almoço. Neste caso, a energia vai invadir os intestinos e causar dor abdominal, distensão e alternância entre constipação e diarréia.

Finalmente, a raiva, como todas as outras emoções, também afeta o Coração. Este é particularmente propenso a ser afetado pela raiva porque, a partir de uma perspectiva da teoria dos 5 elementos, o fígado é a “mãe” do Coração assim, o Fígado gera e/ou cria o Coração (Sheng Ciclo - Geração/Criação), canalizando energia excessiva sobre o coração. A raiva faz com que o Coração fique cheio de sangue correndo para ele. Com o tempo, isso leva a um excesso de energia que afeta negativamente o Coração e, portanto, a Mente, uma vez que o Coração governa a Mente.

Como pudemos ver, a raiva afeta negativamente em diversos órgãos do corpo humano e pode transformar o equilíbrio da natureza da energia em nosso corpo, mas como evitar? Na verdade, é muito difícil evitar que os sentimentos ocorram porém ter a idéia do que esses sentimentos são capazes de fazer com o nosso organismo nos ajuda a amenizar seus efeitos e tentar buscar outras soluções mais razoáveis para que a saúde mental seja uma aliada.

Agora vou apresentar algumas dicas para que vocês possam reconhecer os sintomas e como amenizar os efeitos:

  1. Pessoas que sofrem de raiva geralmente transpiram muito nas axilas. Em alguns casos mais severos pode-se notar um odor muito forte de carne podre. Esse cheiro é tipico quando o excesso de energia está estagnada no Fígado. Sabe quando alguém cozinha Fígado sem tempeiro? O cheiro é bem característico e podemos notar que é bem comum em pessoas com surtos excessivos de raiva;
  2. Como já disse, o constante suspirar é um sintoma de que o Fígado não está muito contente. Provavelmente a raiva está subliminar;
  3. Algumas pessoas tem um coloração meio esverdiada no rosto, isso é uma indicação de que algo deve ser observado, principalmente se a bochecha esquerda é um pouco mais esverdeada. Na configuração corporal, a bochecha esquerda representa o estado de saúde do Fígado;
  4. Pessoas que se irritam facilmente tendem a ficar com os olhos vermelhos e irritadiços. Na configuração ocular, a íris dos olhos representam o Fígado. Análise feita em pacientes com icterícia (doença caracterizada por uma pigmentação amarelada nos olhose na pele) apresentam um índice alto de intolerância e agressividade;
  5. Na Medicina Chinesa, tudo o que é em excesso é prejudicial. Lembre-se estou falando em balancear as energias do corpo e como toda boa balança, muito peso desequilibra, certo? Portanto o consumo excessivo de alimentos ou ervas com gosto amargo, como limão, podem prejudicar o bom funcionamento do Fígado, portanto se você tem a tendência em ser agressiva/o, evite alimentos com esse gosto característico;
  6. Se você sofre de enxaqueca já deve ter notado que o vento diretamente na cabeça acentua a dor. Isso se dá porque o elemento Vento faz parte da categoria do Fígado. Eu me lembro que quando eu era adolescente meu irmão mais velho adorava assoprar na minha cara quando eu já estava irritado e isso me deixava ainda com mais raiva. Agora eu entendo o porquê;
  7. Você já assitiu um debate político? Você já reparou que em determinados momentos, quando os politicios se exautam eles falam cada vez mais alto, quase aos gritos? Isso também acontece com pessoas com raiva. O grito é uma característica peculiar do elemento Madeira e atinge significamente o Fígado. Pessoas quando estão com raiva elas gritam umas com as outras, perdem o controle. Isso se dá porque o son que faz com que a energia do Fígado pare de circular é o grito. Você já tentou gritar com uma pessoa com raiva? Não é uma boa idéia, certo?

Agora é com você. Deixe seu comentários, perguntas ou sugestões.

Na próxima semana irei falar sobre a Alegria. Interessante que quando pensamos nesse sentimento nunca imaginamos que ele possa ser, em excesso, muito perigoso.

Até a próxima.


Siga-nos no twitter: http://twitter.com/Higeia_Saude

Siga-nos no facebook: https://www.facebook.com/HigeiaSaude

 

A Busca do Sentido da Vida Começa Aqui!

 

Higeia Espaço Cultural e Terapêutico

Rua Teodoro Sampaio, 352, conj. 48

Tel: 3061-0410 - email: info@higeiasaude.com.br