Ter Filhos ou Não?

Crianças choram à noite. Nem sempre dormem bem. Precisam de cuidados especiais de limpeza, de banho, alimentação. Ser educadas e acompanhadas até a idade adulta. Será que todos os seres humanos precisam ser pais? Sejamos sinceros, nem todo mundo está disposto a arcar com esse ônus. Talvez seja melhor adiar um projeto de maternidade, e mesmo abrir mão dessa possibilidade, do que ter um filho ao qual não se pode dar atenção, carinho e, principalmente, presença constante
— Dr. José Martins Filho - pediatra e professor titular da UNICAMP
 

É possível ter filhos e dedicar-se à carreira profissional? Sim, desde que a opção de se ter filhos seja consciente e planejada. É necessário abrir um espaço de tempo para a dedicação à criança para que a mesma possa se desenvolver, principalmente no primeiro ano de vida.

Muitas vezes está decisão exige adiar algum plano de carreira na profissão, ou na aquisição de um bem material. 

Vale a pena os filhos terem que pagar preços altos por serem órfãos de pais vivos?

Na atualidade os pais não sabem o que fazer com os filhos! Delegam à escola, às babás, aos avós e profissionais especializados, a responsabilidade sobre a educação e a criação das crianças. Substituem por brinquedos e promessas, sua ausência. Nos momentos mais importantes da vida de uma criança...seus pais, não estão presentes! 

Pensam que poderão suprir carências afetivas com coisas que aumentam o TER e suprimem o SER. 

Ter filhos virou sonho de consumo!

Vivemos numa sociedade do espetáculo. Ter família para mostrar nas redes sociais. Tirar fotos instantâneas de todos os lugares que foram e...mostrar! A "Família Doriana" todo mundo feliz e saudável! O ideal de família!

Pensem nisso!

Ter filhos é opcional. Jamais poderá ser por pressão familiar, social ou cultural.

Precisamos fazer escolhas. O mundo necessita de seres criados e educados por pais suficientemente disponíveis!

No mundo contemporâneo ocorreram mudanças radicais quanto ao papel da mulher. Há algumas décadas, a mulher era educada para casar, ter filhos, cuidar da casa e do marido. Com o advento do anticoncepcional a sexualidade das mulheres deixou de ter como única função a procriação. 

A ciência comprova que o instinto materno não é inato. Ele se revela apenas a partir da gestação. Se mostra nos cuidados que a mãe dedica ao seu bebê, e não no desejo de ter filhos.

Hoje a mulher desempenha atividades que antes eram exclusivas do homem. Os papéis, tanto da mulher quanto do homem, estão em constantes mudanças. Inclusive quanto à divisão de tarefas domésticas e os cuidados com os filhos. Tarefas que precisam ser divididas e compartilhadas.

É possível desempenhar a função de pais suficientemente dedicados em pleno século XXI?

Quer filhos? Atente para estas questões:

  1. Estão realmente dispostos a abrir mão de tempos preciosos para se colocar ao dispor da demanda de uma criança?
  2. Quais requisitos maternos e paternos a criança precisa para que possa sobreviver e se desenvolver?
  3. É capaz de ter um olhar crítico para estas questões? Ou isso não lhe diz respeito?
  4. Tem condições psicológicas para superar preconceitos? Para ir além de suas próprias carências adquiridas na infância?
  5. Acha-se livre fazendo suas próprias escolhas de modo consciente?

O que toda mulher que pretende ter filhos precisa saber:

  • A infância só acontece uma única vez na vida e dura pouco.
  • Crianças são dependentes da mãe até conhecerem o mundo em que vieram.
  • Crianças querem brincar com suas mães porque é assim que aprendem.
  • Filhos repetem comportamentos aprendidos em casa.
  • Criança pequena não cresce sozinha.
  • A escola não educa o que os pais negligenciam.
  • Criança chora e sofre. Tem medos e inseguranças. Quer colo o tempo que for necessário.
  • Dar atenção é acompanhar o processo de desenvolvimento da criança, de perto.
  • Cuidar do que é seu é honrar o que escolheu.

Quer filhos? Cuide!

Helena Kuroki

Deixe seu comentário, sugestão e opinião sobre o artigo. 

Siga-nos no twitter: http://twitter.com/Higeia_Saude

Siga-nos no facebook: https://www.facebook.com/HigeiaSaude

 

A Busca do Sentido da Vida Começa Aqui!


Higeia Espaço Cultural e Terapêutico

Rua Teodoro Sampaio, 352, conj. 48

Tel: 3061-0410 - email: info@higeiasaude.com.br